Cresce mais a cada dia a dedicação das pessoas com os cuidados relacionados à beleza, mais ainda com os cabelos. Junto com esse crescimento, surgem também as dúvidas e mitos relacionados aos produtos e tratamentos. Vários métodos possuem, como principal ingrediente, os óleos minerais e vegetais, por isso eles ganham destaque quando o assunto está relacionado aos cuidados com a estrutura capilar. Mas você conhece esses óleos? Sabe qual é melhor para o seu tipo de cabelo? Nesse post vamos te contar tudo sobre eles.

As diferenças entre esses óleos começam em suas origens: o óleo vegetal é extraído de sementes das plantas, e é biodegradável, diferente do óleo mineral, que é derivado do petróleo incolor e inodoro. Ambos possuem poder hidratante, porém, cada um com suas características específicas: o mineral proporciona a hidratação dos fios por um período menor, já o vegetal hidrata toda estrutura capilar, com mais eficácia e por um período mais duradouro.

Um dos principais benefícios do óleo mineral está relacionado ao controle do frizz, evitando os fios rebeldes durante o dia, mas os especialistas alertam que esses benefícios não duram mais do que alguns dias, tornando seu efeito apenas uma maquiagem. Diferente do que acontece na utilização do óleo vegetal, que nutre, hidrata e protege desde o couro cabeludo, até as pontas dos fios.

Em relação ao óleo mineral, existe uma grande discussão sobre os possíveis danos que ele pode causar à saúde do cabelo. Alguns especialistas afirmam que esse óleo, se usado em excesso e por um longo período, pode entre, outras coisas, causar o ressecamento e até influenciar na alopecia. Mas há quem defenda o seu uso, já que cientificamente não foi comprovado esses males. Mas lembre-se: se for usar o óleo mineral, tome cuidado com os excessos, e sempre consulte o seu especialista. Já o óleo vegetal não possui contraindicações, e seus benefícios são inúmeros, mas não se esqueça de usá-lo também com cautela, e da maneira mais adequada para seu tipo de cabelo, que será indicado pelo seu profissional.

Ambos os óleos possuem grandes benefícios, se usados da forma adequada. O mais indicado é sempre consultar os especialistas antes de iniciar qualquer tipo de tratamento capilar, principalmente quando compostos por esses óleos. Podemos concluir que o óleo mineral possui um efeito menos eficaz em relação ao vegetal, mas se usados adequadamente, inclusive juntos, podem fazer muito bem para estética e a saúde dos fios. Curtiu as dicas?