Os pontinhos brancos, que ficam aparentes nos fios, incomodam homens e mulheres do mundo todo. A caspa é um problema muito comum. Sua forma mais agressiva, conhecida como dermatite seborreica, atinge cerca de 40% da população mundial, segundo dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Os mais atingidos são os homens. Alguns estudos sugerem que o hormônio sexual masculino seria o responsável pela maior incidência do problema neles. Se você precisa eliminar a caspa de vez do cabelo (e também das roupas), nós vamos apresentar cinco verdades que irão ajudá-lo a amenizar a doença.

Fique atento aos alertas! A ausência de tratamento contra a caspa pode causar problemas maiores no futuro.

1 – O estresse pode causar dermatite seborreica

As preocupações do dia a dia, o excesso de trabalho ou os problemas com a família causam tensão e irritabilidade. Mas quando a instabilidade emocional chega a níveis altos, o corpo começa a dar sinais de esgotamento.

A pele é o principal canal por onde o corpo expressa as desordens da mente e do organismo, e a caspa também pode ser resultado desses incômodos. A dermatite seborreica causada pelo estresse, e outros problemas emocionais, atinge cerca de 18% da população, entre 18 e 45 anos.

A irritabilidade pode desencadear a inflamação do couro cabeludo, gerando oleosidade excessiva. Em consequência da oleosidade, começam as descamações comuns dessa dermatite.

 

2 – Dormir de cabelo molhado facilita a proliferação de fungos e bactérias

Chegar em casa depois de longas horas de trabalho e ainda cuidar da higiene pessoal são combinações complexas. Mas deixar que o desânimo faça com que você durma com o cabelo molhado pode ser péssimo para a saúde dos seus cabelos.

Saiba que a umidade e o calor no couro cabeludo facilitam a produção de fungos (o mais comum é o Malassezia) e bactérias, elevando a oleosidade. Em consequência, aparecem as caspas. A frequência do mau hábito também pode causar queda de cabelo. Portanto, não esqueça de secá-lo antes de dormir.

O mesmo efeito pode ser causado pelo uso constante de bonés e chapéus, que abafam muito o couro cabeludo.

 

3 – Banho quente pode gerar ou piorar a caspa

No frio, é comum o uso do chuveiro em temperaturas mais elevadas. Quem nunca? Mas saiba que, além de causar o ressecamento dos fios, a água quente pode causar a descamação do couro cabeludo.

Com a descamação, vem o aparecimento das caspas. Se você já possui a dermatite seborreica, evite banhos muito quentes. Prefira lavar os cabelos em água fria ou morna.

 

4 – A caspa pode causar queda de cabelo

A coceira e o aumento da sensibilidade causados pela caspa são sinais da inflamação dos folículos pilosos. Quando não tratado, o crescimento do cabelo pode ser prejudicado, ocorrendo até mesmo a queda dos fios.

O problema não pode causar calvície, já que se trata de um problema genético.

 

5 – A dermatite seborreica não tem cura

É verdade! Não há cura para a dermatite seborreica, mas acalme-se! É possível controlar a doença com tratamentos específicos e obter bons resultados. Mas saiba que os cuidados precisam ser frequentes.

Existem diversos produtos para a desintoxicação do couro cabeludo, controle da oleosidade, descamação e ação contra fungos e bactérias causadoras das caspas. Procure um dermatologista para receber as orientações necessárias para o seu tratamento. Não deixe que o problema se agrave!

Ainda tem dúvidas sobre a dermatite seborreica? Entre em contato com a Bulbo Raiz e receba mais informações sobre tratamentos contra a doença.