A forma e a estrutura dos nossos fios são questões decisivas na percepção de um couro cabeludo oleoso ou seco. Vamos explicar agora o porquê!

O orifício do folículo piloso de um tipo de cabelo é diferente do outro. O liso tem um formato mais circular, enquanto que o crespo ou cacheado tem uma forma mais achatada, o que justifica também, sua forma mais enrolada. Analisando esta peculiaridade, podemos compreender que a saída de sebo é muito mais abundante em um cabelo liso do que em um cacheado, não é verdade? O orifício do liso tem mais espaço para produção de sebo do que o do encaracolado e, além disto, o sebo percorre um caminho mais fácil, sem a interferências dos cachos, o que provoca a sensação de cabelo sujo, opaco e grudado da cabeça. Interessante, não é?

Como se não bastasse a aparência comprometida pela oleosidade, existe um fator que agrava o quadro: o excesso de atividade das glândulas sebáceas pode interferir no desenvolvimento dos fios, obstruindo os poros do couro cabeludo e dificultando a nutrição da raiz, e o resultado disto pode ser a tão temida queda.

Portanto, quem tem oleosidade excessiva no couro cabeludo pode ser uma vítima da queda capilar. Sendo assim, é importante que você considere algumas dicas para não comprometer a saúde dos seus cabelos:

  • Lavar o cabelo com água morna ou fria. A água quente estimula a produção de sebo.
  • Utilizar shampoos específicos para o couro cabeludo e também para o controle da oleosidade. Em geral, não se tem disponíveis muitos shampoos de tratamento para o couro no mercado. Por isso, é preciso procurar linhas específicas para esta finalidade. A Bulbo Raiz é uma delas.
  • Durante o banho ,não esfregar e nem massagear muito a cabeça, isto também estimula a produção de sebo.
  • Evitar bonés, chapéus, lenços ou capacetes e quaisquer itens que venham abafar o couro cabeludo.
  • Higienizar os cabelos sempre que necessário.

Além de todos esses cuidados, se você tem uma produção excessiva de sebo no couro cabeludo, procure um terapeuta capilar e, pelo menos uma vez por mês, invista em um detox, este tratamento vai te ajudar na higienização adequada dos seus cabelos e auxiliar no combate à queda. Fica a dica!